Featured Slide

5/slideshow/custom

JESC 2018: Rússia confirma participação na Eurovisão Júnior 2018

por janeiro 23, 2018

A Rússia é o país que se segue na apresentação da sua intenção de participar no próximo Festival Eurovisão da Canção Júnior (JESC) 2018, que se realizará na Bielorrússia.

Os vencedores da edição 2017 da Eurovisão Júnior já confirmaram a sua participação na próxima edição do Festival, que se realizará em Minsk, na vizinha Bielorrússia. A revelação foi feita na página oficial da emissora responsável pela participação do país, anunciando, em simultâneo, a discussão de mudanças no processo de seleção do próximo representante. Todas esses detalhes serão revelados no decorrer deste ano.

Relembre que a edição 2018 da Eurovisão Júnior irá decorrer na capital da Bielorrússia, depois da cidade ter sido previamente selecionada pela União Europeia de Radiodifusão (EBU/UER) e pela organização do Festival como a escolhida para sediar o evento. Até ao momento estão pré-confirmados cerca de seis país, incluindo Portugal.

Recorde a canção vencedora do JESC 2018:



Fonte: Eurovoix/ Imagem: Tass.com/ Video: Junioreurovision.tv

República Checa: Mikolas Josef vence a votação do júri internacional

por janeiro 23, 2018

A emissora estatal da República Checa revelou, esta tarde, que Mikolas Josef venceu a votação do júri internacional da seletiva do país!

Uma parte dos resultados está conhecida. A Czech Television (CT) anunciou na sua página de Facebook o nome de Mikolas Josef como o vencedor da votação do júri internacional. Apesar de não ter revelado qualquer tipo de pontuação atribuída aos restantes participantes da final nacional do país, nem as respetivas posições, sabemos que Mikolas foi o favorito deste grupo de jurados, com um total de 68 pontos.

O cantor parte assim na liderança da seletiva checa, numa altura em que ainda faltam alguns dias para a revelação do grande vencedor e próximo representante do país no Festival Eurovisão da Canção (ESC) 2018, algo que está marcado para o dia 30 de janeiro.



A República Checa estreou-se no Festival Eurovisão da Canção em 2007 e o seu melhor resultado é um vigésimo quinto lugar: em 2016, com Gabriela Gunčíková e a canção “I Stand”, alcançando um total de 41 pontos. Em 2017 o país foi representado por Martina Bárta e a música “My Turn”, tendo ficado em 13º lugar na primeira semifinal com um total de 83 pontos.

Fonte: escportal.cz e oikotimes/ Imagem: super.cz/ Vídeo: ESC Czech Republic

Suécia: Melodifestivalen introduz mudanças no sistema de votação

por janeiro 23, 2018

Vão ser aplicadas mudanças no sistema de votação do Melodifestivalen 2018, com o público a ter maior poder de decisão na escolha do próximo representante da Suécia na Eurovisão.

Sveriges Television (SVT) vai aplicar novas mudanças no sistema de votação da sua seletiva nacional, o Melodifestivalen. Depois de algumas sucessivas contestações por parte do público, a televisão estatal sueca pretende atribuir mais importância ao televoto já nesta próxima edição.

"Quando decidimos aumentar o número de participantes da grande final para 12, a voz do público ficou mais dispersa. Por outro lado, os votos do júri internacional são atribuídos apenas a 7 canções, resultando então numa maior expressão de votos nas canções favoritas desse mesmo júri.", salientou Christer Björkman, principal responsável pelo Festival.

Assim, por um lado, com este novo sistema de votações, o júri internacional será obrigado a pontuar dez canções, em vez de sete, assemelhando-se à votação praticada no Festival Eurovisão da Canção (ESC), com pontos de 1 a 7, 8, 10 e 12. Ao mesmo tempo, o público vai também passar atribuir mais pontuação, neste caso, com uma passagem para 638 em vez de 473. 

A Suécia estreou-se no Festival Eurovisão da Canção em 1958 e já ganhou por seis vezes: em 1974, com ABBA e a canção "Waterloo", em 1984, com Herreys e a canção "Diggi-Loo Diggi-Ley”, em 1991, com Carola e a canção "Fångad av en stormvind", em 1999, com Charlotte Nilsson e a canção "Take Me To Your Heaven", em 2012, com Loreen e a canção "Euphoria", e em 2015, com Mans Zelmerlöw e a canção “Heroes”. Em 2017, o país foi representado por Robin Bengtsson e a canção “I Can’t Go On ”, alcançando o 5º lugar na final com um total de 344 pontos.

Relembre 'I Can't Go On':



Fonte: Eurovoix/ Imagem: Wiwibloggs/ Vídeo: Eurovision.tv

Espanha: ouça as canções que podem representar Espanha no ESC 2018

por janeiro 23, 2018

Foram divulgadas as canções que serão interpretadas pelos concorrentes do programa espanhol Operación Triunfo. Uma delas irá ser escutada em Lisboa, no palco do Festival Eurovisão da Canção (ESC) 2018.

Como já tinha sido explicado, a estatal espanhola Televisión Española (TVE) irá recorrer ao programa de talentos atrás referido para encontrar os seus representantes no ESC 2018. Veja, em baixo, as canções concorrentes e os respetivos intérpretes, divulgados através da rede social Twitter:

Amaia - Al Cantar
Alfred - Que Nos Sigan Las Luces
Aitana - Arde
Miriam - Lejos De Tu Piel
Ana Guerra - El Remedio
Amaia e Alfred - Tu Canción
Aitana e Ana Guerra - Chico Malo
Miriam e Agoney - Magia
Finalistas OT 2017 - Camina

Ouça as canções aqui.

Espanha estreou-se no Festival Eurovisão da Canção em 1961 e já ganhou duas vezes: em 1968, com Massiel e a canção "La, la, la”, e em 1969, com Salomé e a canção "Vivo cantando". Em 2017 o país foi representado por Manel Navarro e a canção “Do It For Your Lover”, alcançando o 26º lugar na final com um total de 5 pontos.

Recorde a atuação de Manel Navarro:



Fonte: twitter.com/eurovision_tve/Imagem: escportugal/Vídeo: eurovision song constest

Espanha: Ana Guerra é a última finalista da OT

por janeiro 23, 2018

Ana Guerra foi a mais votada na gala desta segunda-feira e tornou-se na 5.ª finalista da Operación Triunfo 2017.

Com esta passagem à final, a cantora ganha também um lugar na gala da próxima semana que irá determinar o representante espanhol para Lisboa. Durante a gala desta segunda-feira a foram também revelados mais pormenores sobre a final nacional. Ao todo serão nove as músicas a concurso:


  • Cinco para cada um dos finalistas;
  • Três duetos entre os cinco finalistas e Agoney;
  • Uma música - "Camina" - composta pelos 16 concorrentes da OT juntamente com Manu Guix cantada pelos cinco finalistas.

O voto será dado somente ao público e haverá duas rondas de votação. Na primeira o público escolhe as suas três músicas preferidas e estas subirão novamente a palco para que a votação possa ser reiniciada. As músicas serão reveladas esta terça-feira.

Fonte/Imagem: RTVE


Moldávia: Pelageya Stefoglo desclassificada do 'O Melodie Pentru Europa 2018'

por janeiro 22, 2018

Pelageya Stefoglo, participante da final nacional da Moldávia, foi desclassificada da competição depois de se conhecer o envolvimento da cantora na seletiva da Bielorrússia.

A cantora Pelageya Stefoglo foi desclassificada da seletiva O Melodie Pentru Europa 2018, a final nacional da Moldávia para o Festival Eurovisão da Canção (ESC) 2018. A TeleRadio-Moldova (TRM), divulgou esta manhã a eliminação da cantora do lote de participantes após a descoberta do envolvimento da mesma no Eurofest 2018, a seletiva bielorrussa, o que vai contra as regras da competição moldava.

A desqualificação de Pelageya faz com que o número de concorrentes nas audições ao vivo desta seletiva passe dos 28 para 27. A cantora concorria com o tema "Let’s Start Together Right Now”, precisamente a mesma canção apresentada no processo de seleção da Bielorrússia.

Contudo, esta decisão poderá ser um pouco polémica, depois da dupla Sandy C e Aaron Sibley e o cantor Sasha Bognibov terem sido autorizados a participar na seletiva, mesmo tendo estado a concurso no 1 in 360, o processo de escolha de São Marino para a Eurovisão.

A Moldávia estreou-se no Festival Eurovisão da Canção em 2005 e o seu melhor resultado é um terceiro lugar: em 2017, com os SunStroke Project e a canção "Hey Mamma", tendo conseguido um total de 374 pontos, o melhor resultado do país.

Reveja "Hey Mamma":



Fonte: Eurovoix/ Imagem: Gagauz.md/ Vídeo: Eurovision.tv



Com tecnologia do Blogger.