¿Por qué no te callas? - Sétimo texto: Cascada



7º TEMA:

BJORKAMN DIZ QUE "GLORIOUS" É UM DESASTRE

Link da notícia: [AQUI]!


       Todos sabemos que a polémica se instalou instantaneamente após a divulgação de “Glorious”, dos Cascada. Ai que é plágio, ai que é igual a “Euphoria”, ai que vergonha, patati patata. Saíram mil e uma entrevistas, onde muitos quiseram dar a sua opiniãozinha acerca disto.
         Uma dessas pessoas foi o chefe da delegação sueca, Christer Björkman. No programa de rádio P4 Extra, Björkman afirmou, basicamente, que “Glorious” era um desastre: “escolher uma canção semelhante em estilo àquela que, no ano anterior, teve uma vitória monumental, é um completo desastre” (vá lá que o homem pelo menos admitiu que não considerava “Glorious” uma cópia de “Euphoria”).
        Usei o exemplo de Björkman como podia ter usado o exemplo de qualquer um, para manifestar a minha opinião sobre este assunto. A verdade é que toda a gente não pode ver um nome mais ou menos conhecido, que tratam logo de arranjar polémicas. É uma artista feminina, é uma música com “batucada”, tem alguns “oh oh oh”, é logo igual.
       Engraçado que ouvimos falar de algumas músicas com probabilidade de plágio, mas nenhuma fez correr tanta tinta como esta. Veja-se a canção da Rússia, por exemplo, onde a cópia era muito mais óbvia.
          Quanto à afirmação do boss da Suécia, ainda que “Glorious” tenha flopado, realmente, acho que é descabida. Não foi só esta música a única do género no festival deste ano. Houve mais músicas de carrinhos de choque que até resultaram bem.
       Ambas têm um género parecido, mas, ao mesmo tempo, são completamente diferentes. Os resultados, sobretudo, estiveram longe de ser iguais.“Euphoria” pouco tem de original, para além da atuação, que é super marcante. “Glorious” teve uma atuação igual a muitas outras. A mim, aborreceu-me, apesar do vestidinho fancy e daqueles apetrechos todos. Daí que não tenha feito um bom resultado.


RECOMENDAÇÕES FINAIS:


Portanto, Björkman, essas semelhanças e deduções não passam mesmo disso. Ás vezes é melhor deixar a galinha alheia no seu lugar, em vez de ir para entrevistas dizer disparates acerca de “desastres”. De desastres devia saber o senhor, é verdade, sendo que, no ano em que representou a Suécia, ficou em penúltimo lugar. Fala a voz da experiência, portanto.

Este artigo não pretende insultar ou manchar o nome dos artistas, países ou fãs.
Imagens: Google
28/11/2013

Sem comentários


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.