Entrevista a... Rui Andrade




RUI ANDRADE - PARTICIPANTE DO FESTIVAL DA CANÇÃO 2011 E 2012

Contente pela decisão da RTP em voltar ao Festival Eurovisão da Canção 2014, Rui Andrade não nega o seu desejo de representar Portugal e, conforme for o regulamento, afirma que poderá vir a participar no Festival da Canção 2014, se acontecer.


       Rui Andrade é um dos artistas que mais tem demonstrado vontade em participar no Festival Eurovisão da Canção. Depois de dois terceiros lugares em 2011 e 2012, o cantor aponta armas para Copenhaga.


Foi em 2013 que a RTP decidiu desistir do Festival Eurovisão da Canção por motivos económicos. No dia 7 de novembro, a emissora revelou que vai voltar ao certame. Concorda com esta decisão?

"Concordo completamente e felicito a RTP pela decisão. Acho que é um certame que não podemos de todo abandonar, independentemente do resultado que consigamos lá fora: são os 3 minutos em que se mostra a canção portuguesa, o talento português, a nossa identidade."

O Festival já não é o que era? Que erros fatais predominam para haver uma estagnação do sucesso antigo? Terá a RTP de investir mais no Festival e na Eurovisão? O que deve ser feito de diferente?

"Em minha casa continua a ser o que era. Continua a parar a família em frente ao televisor para se ver a Eurovisão. Se houve um "afastamento" por parte do público, talvez se deva a uma descrença derivada das pontuações de portugal. Além disso, hoje em dia, as rádios não passam as canções que nos representam, e isso reflete-se obviamente no interesse das pessoas quanto ao festival e às suas canções."


A seu ver, qual seria o melhor modelo de selecção: escolha interna ou festival da canção? E porquê? 

"Não sei o que possa responder. Se olharmos para a Europa, os países que escolhem internamente normalmente saem-se bem. Creio que isso seja o mais importante... E, nesse sentido, seja interna ou não, logo que se escolha a melhor representante possível, parece-me bem as duas formas."

Se a RTP optasse pela realização de um festival, aceitaria concorrer? Já tem tema preparado?

"Nunca neguei que participaria uma terceira vez para tentar representar as nossas cores na Eurovisão. Se houver festival, grandes probabilidades haverão de eu tentar mais uma vez..."


Quanto às escolhas internas: que artista ou estilo musical acha que a RTP deveria escolher?

"Um bom artista e uma música que toque o coração dos europeus, creio que seja o mais importante. Quanto a nomes, existem vários, portanto não específico!"

Deve-se continuar a apostar na língua nativa, ou seguir a tendência dos outros países? Porquê?

"Depende da canção, depende do intérprete. Eu sou apologista de se cantar em português num palco eurovisivo. Se uma aposta bilingue for o mais aconselhável para que a nossa canção chegue mais facilmente aos outros países, porque não? Mas acredito que a língua portuguesa é bem acolhida pelos europeus."


Quais os ingredientes secretos para se fabricar uma música eurovisiva?

"Se alguém souber, que me diga, para eu tentar fazer uma, eheh."

Acredita numa vitória portuguesa na Eurovisão? Porquê? 

"Acredito, sempre acreditei. Não com as nossas últimas representações, não porque não tivessem qualidade mas apenas porque a Eurovisão tornou-se num mundo muito mais complexo que uma boa canção e um bom intérprete. Mas acredito e acho que somos capazes."


Quais são os seus projectos para o futuro?

"Planos para futuro são: continuar a agarrar as oportunidades... continuar a crescer como pessoa e como artista, continuar e seguir a mesma linha profissional que me caracteriza, e ser feliz."

Quer desejar uma mensagem aos fãs eurovisivos e aos leitores do blogue?

"Fãs, vamos acreditar que este ano será o nosso. E, partindo com esta ideia, é aguardar e apoiar pela decisão quanto à nossa canção e ao nosso intérprete. E apoiá-lo, porque isso é o que nos caracteriza: o saber apoiar, o saber receber. Deve-se pôr de lado as críticas e os comentários negativos, porque esses são definitivamente uma perda de tempo. Agradeço a todos os fãs que me apoiaram até hoje: é para vocês o meu trabalho!"

Imagens: Google/Vídeos: Youtube
09/12/2013

Sem comentários


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.