[Exclusivo] Entrevista com Hersi Matmuja (Albânia ESC 2014)













Hersi Matmuja - Albânia ESC 2014


Crónicas de Eurofestivais: Como começou a sua vida artística?

Hersi Matmuja: Nasci em Kukes, uma cidade do norte da Albânia, e mudei-me para a capital com a minha família quando tinha cinco anos de idade. Os meus pais disseram-me que desde os meus três anos de idade que costumava dançar e trautear as músicas que ouvia. No entanto, apenas quando me mudei para Tirana é que comecei a pensar seriamente na música, e quando tinha oito anos de idade comecei a ter aulas de música e a participar em concursos musicais para crianças. Nunca falhava um; queria ser reconhecida de alguma forma, até porque eu não tinha qualquer relação com o mundo da arte em Tirana. Desta forma, tive de competir para entrar no Artistic High de Tirana quando tinha 14 anos, quando comecei a estudar cântico clássico. Depois ocorreu o show de talentos “Friday Night Fever”, no qual fui escolhida como uma das 10 finalistas. Um ano após, tive a minha grande oportunidade para entrar no FiK [Festivali i Kengës], na categoria dos jovens, a qual ganhei, e me qualifiquei para a final. Estes foram os meus grandes passos no mundo da música.


CE: Costuma seguir com regularidade a Eurovisão? Qual o seu tema eurovisivo favorito de todos os tempos?

HM: Sim. Comecei a ver desde a primeira participação da Albânia, era eu muito jovem na altura. Via todos os anos com a minha família. Adoro a natureza desta competição, porque agrega uma grande variedade de géneros musicais e muita autenticidade de cada país; cada um deles tem um ponto de vista bastante diferente do que se trata de perfeição na música. Tenho tido tantas favoritas a cada ano que não se torna possível escolher.


CE: Alguma vez tinha sonhado em fazer parte do Festival Eurovisão da Canção?

HM: Claro. Cada vez que o via, eu sonhava em como poderia cantar nele. Continuo a fazê-lo agora! Do sonho para a realidade – é algo totalmente diferente. Quando ouvi o meu nome ser mencionado como sendo a vencedora do FiK, foi tão estranho! É como ver o mesmo sonho a cada noite por muito tempo, e acordar uma manhã, descobrindo que se tornou realidade... Penso que para nós, artistas albaneses, é uma grande oportunidade de nos apresentarmos a nível mundial.


CE: Como descreveria o seu tema eurovisivo? Vai cantá-lo em inglês ou na sua língua nativa?

HM: Como artista, não o consigo descrever, posso apenas imaginar. Como espetadora, sempre o apreciei. Penso que cantar uma música na língua nativa se torna mais autêntico, mas sempre me fez alguma confusão ouvir músicas em línguas que não conseguia traduzir… A mensagem é uma componente muito importante da música, por isso é que tem de ser transmitida e compreendida. Temos de traduzir a música, mas ainda estamos a considerar ambas as opções.


CE: Podemos esperar alguma surpresa da sua parte? Tem alguma ideia de como será a sua performance?

HM: Ainda é muito cedo, penso que será uma performance simples, para ser mais ouvida do que vista. No entanto, tudo o que for incluído na música será bom.


CE: Como se sente em relação à semifinal em que o seu país está inserido?

HM: Estou muito feliz, tem muita variedade de países e de música! Gosto também da ideia de cantar na primeira semifinal.


CE: Tem, até a data, alguma música predileta de outro país inserido na competição?

HM: Apenas considero que a competição este ano está renhida!


CE: O que espera da sua participação eurovisiva?

HM: Espero dar o meu melhor. Ainda temos muito por fazer, a música, o videoclip oficial, a performance, ainda existe muito por trabalhar, e não posso prometer nada até os preparativos estarem ultimados.


CE: Qual a sua opinião em relação ao percurso português na Eurovisão? Lembra-se de alguma participação portuguesa?

HM: Sim, lembro-me de todas, e também me lembro de serem mencionados pelas vozes muito boas que levavam ao palco do ESC. Vocês levam sempre artistas muito bons tecnicamente, o que merece ser valorizado.


CE: Tem alguns projetos para o futuro?

HM: Apenas o ESC, até agora... Não posso ter outros planos, porque nesta altura deixei de lado os meus estudos no conservatório de música de Santa Cecília em Roma, onde estou no quinto, e último, ano! Não o quero perder, porque o canto lírico é uma grande parte de mim, uma grande paixão, que enriquece a minha vida a cada dia.


CE: Desejamos-lhe boa sorte e sucesso!

HM: Muito obrigada! Abraços para todos!



Fonte da imagem: Facebook oficial de Hersi Matmuja
01/03/2014

Sem comentários


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.