FC 2014: Crónica em forma de poema, por Andreia Fonseca


Uma forma diferente de apreciar o Festival da Canção 2014...

Um retorno eurovisivo desejado,
Muita expectativa no ar.
O regresso do filho mal-amado,
50 anos no dedo a chuchar.

A RTP dez compositores escolheu,
Cada um em seu estilo singular.
O espectador é que sofreu
Pela originalidade escassear. 

Rumores começaram a surgir,
Quais seriam os cantores?
Muita expectativa por desiludir,
Muitos ódios e desamores.

Áurea, Amor Electro e outros tantos,
Nomes de relevo nacional.
Mas nem com nossos prantos
Eles lá foram no nosso Festival.

Novatos e repetentes,
Nomes receberam confirmação.
Catarina deixou os fãs contentes,
E o Emanuel animou a população.

Catarina e a dupla habitual
Com um europop mexido.
A sonoridade era usual,
Tendo o segundo lugar repetido.

Polémica atrás de polémica,
Rumor atrás de rumor.
A euforia tornou-se anémica,
Na hora do vencedor.

Não teço mais especulações,
Não dou continuidade ao desalento.
Curem-se os quebrados corações,
Que o ESC tem mais talento.

Este tema não é meu,
Embora assim esteja a pedir.
(Quero ser Tua)
O meu ouvido estremeceu,
Quando as primeiras notas começaram a surgir.

Desafinação generalizada,
Em grande parte do Festival.
Esta seleção precisa de cara lavada,
Longe da falta de qualidade usual.

Tivemos rock-imitações,
Algumas de terras de sua majestade.
Mas a estes temas faltavam aspirações
Para ter algum toque de qualidade.

Os Feist também vieram à festança,
Com ponto alto na atuação de intervalo.
O resumo da nossa história serviu de lembrança,
Da falta de qualidade de que falo.

Raquel Guerra mergulhou numa melodia
Envolta em crítica e revolução.
Palavras que ninguém entendia,
Devido ao tom da canção.

Rui recebeu apoio internacional,
Com sua terna balada.
Obteve o terceiro habitual,
Numa canção bem interpretada.

Madalena amargou,
Lara encantou com sua simplicidade.
Zana cantou e encantou
E Ivo brilhou com sua originalidade.

Planos de camara desenquadrados,
Malato numa boa estreia.
Num espaço onde nem Beatos
Conseguiram acalmar a plateia.

Sílvia Alberto não satirizou,
Tentando amenizar o ambiente.
Até a esposa de Emanuel “picou”
O staff de um outro concorrente.

Tudo acabou em discussão,
Assobios, “melões” e insultos.
Fica para a história, não a canção,
Mas como foi tapada por apupos.

Resta a esperança de um futuro risonho,
Onde possamos gritar Vitória.
Este não me parece ser um ano de sonho,
Onde se venha a fazer história.

Não há petição que transforme,
Nem processo que combata.
Este ano perpetua-se a fome,
Que há 50 anos não se mata!

17/03/2014

9 comentários:

  1. Gostei do formato original. Deve ter dado trabalho.

    ResponderEliminar
  2. Olha que secalhar nao vamos ficar a xuxar!

    ResponderEliminar
  3. Suzy para a rua! Temos de acabar com esta fome... 50 anos é tempo demais.

    ResponderEliminar
  4. Parabéns pela originalidade! (já pensaste em compôr a letra de uma canção? Farias melhor figura que o Emanuel, de certeza!...)

    ResponderEliminar
  5. Parabéns Andreia pela forma simplesmente épica que o descrição do festival da canção 2014 teve. Simplesmente fantástico... Esperemos agora de Suzy não nos venha dar uma chapada sem mao tal como fez Filipa Azevedo mas ai ainda existia uma excelente voz. Como diz o goucha vamos por a rainha da Dinamarca a abanar a cabeça.
    ASS: ''Aspas'' ''Aspas''

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Desculpa "Aspas" "Aspas", mas na minha opinião não faz qualquer sentido comparar a canção da Suzy com a da Filipa Azevedo... esta última tem qualidade, tanto na música como (acima de tudo) na letra e na interpretação vocal. OK, era uma balada, nem sempre apelativa ao público em geral, mas tinha qualidade... estão em locais diametralmente opostos!

      Eliminar
  6. Fico admirado como é que alguém pode defender a escolha que foi feita (como li em alguns sites por aí)... em Portugal já é mau; ir lá fora, em representação do nosso país no ano em que celebramos 50 anos de FdC é francamente lamentável.
    Rir é mesmo o melhor remédio. Divirtam-se: http://youtu.be/mNhMogx3YmU .
    Nuno Conceição

    ResponderEliminar
  7. a serem verdades os rumores várias fontes adiantam que o emanuel investiu 5 mil euros em chamadas telefónicas para simplesmente ganhar e encher a agenda de verão para os bailaricos

    ResponderEliminar


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.