[EXCLUSIVO] Entrevista a Teresa Radamanto: 'este projeto não é apenas nosso, é vosso também'




A uma semana de pisar o palco do Festival da Canção pela terceira vez como concorrente, Teresa Radamanto, intérprete de "Um Fado em Viena" revelou ao Crónicas de Eurofestivais que acredita que o seu tema se enquadra no que é pretendido no Festival Eurovisão da Canção.

Teresa Radamanto, intérprete do tema "Um Fado em Viena", que irá participar na segunda semifinal do Festival RTP da Canção 2015, afirma que mais do que surpreender, o importante é acreditar como acredita no seu projeto. Já participou no Festival RTP da Canção duas vezes, classificando-se em 2º lugar em ambas. A cantora já marcou a sua presença em diversos programas de talentos, como o Big Show SIC, Chuva de Estrelas, Operação Triunfo, Dança Comigo, entre outros.


Crónicas de Eurofestivais (CE): O que a levou a aceitar o convite para concorrer ao Festival da Canção 2015?

Teresa Radamanto (TR): O projeto e a forma como “este” me fez acreditar nele de imediato, e claro o voto de confiança que me foi dado pelos autores, a quem agradeço uma vez mais!

CE: Como descreveria o seu tema, "Um Fado em Viena"?

TR: Tal como digo na nossa página oficial: "A nossa canção fala da universalidade da música, das pontes que esta constrói entre as diferentes culturas do mundo e da forma como derruba barreiras e passa fronteiras. Gostaria que fossemos - todos - a favor dessa universalidade. Num momento em que o mundo passa por momentos tão conturbados, celebremos a vida através da música e deixemos que ela nos una. Façamos da música uma ponte entre os povos.”

CE: Como tem sido trabalhar com o Fernando Abrantes para o festival?

TR: Fantástico, como sempre. Não é a primeira vez que tenho o prazer de trabalhar com o Fernando Abrantes, e espero não ser a última! O compositor de “Um fado em Viena” é um profissional de excelência, dos melhores na sua área. Para mim é um prazer e um desafio trabalhar com ele.


CE: O que podemos esperar de si no Festival da Canção 2015? Alguma surpresa planeada?

TR: Não temos surpresas! Temos um projeto em que acreditamos, esperamos que os portugueses acreditem também.

CE: Se conseguisse chegar ao palco da Eurovisão, em que aspetos apostaria mais?

TR: Cada coisa a seu tempo! Primeiramente vamos preocuparmo-nos com o “solo” português; todavia iríamos certamente apostar numa das prerrogativas do projeto que vai de encontro ao slogan deste ano, ou seja “ construir pontes”.


CE: Quais as suas expectativas referentes às nossas hipóteses de qualificação para a final eurovisiva?

TR: Acreditamos que o nosso projeto poderia enquadrar-se no que se pretende em termos de Eurovisão.

CE: Como começou o seu percurso pelo mundo da música? O que mais a marcou ao longo da sua carreira musical?

TR: O meu percurso começou há cerca de 19/20 anos; profissionalmente desenvolvo atividade há 15 anos. Todo o percurso felizmente está repleto de momentos marcantes. É difícil destacar apenas um.


CE: Como encara o nosso atual processo de seleção do Festival da Canção? Se pudesse mudar alguma coisa neste processo, o que seria?

TR: É algo sobre o qual não me pronuncio!

CE: Costuma acompanhar o Festival da Canção e o Festival Eurovisão da Canção?

TR: Naturalmente!

CE: Se tivesse de escolher uma participação eurovisiva como sua predileta, qual seria?

TR: “Ne partez pas sains moi”, 1988, Céline Dion.


CE: Qual foi para si a melhor canção portuguesa de sempre na Eurovisão?

TR: Pergunta difícil… Acho que não consigo escolher… Senhora do Mar foi indiscutivelmente a melhor do primeiro decénio do século XXI; mas temos Dulce Pontes com “Lusitana Paixão” e “O meu coração não tem cor” por Lúcia Moniz.

CE: Acredita numa vitória portuguesa no ESC? Se sim, o que é preciso fazer para a alcançar?

TR: Boa questão!

CE: Quer deixar alguma mensagem aos eurofãs portugueses?

TR: Este projeto não é apenas nosso, é vosso também. Pretendemos representar “uma bandeira” com “ Um Fado em Viena” e para isso contamos com todos. Agradecemos o vosso apoio. Sem vocês nada disto faria sentido!

Vídeos:jdbarros/GATMPvideos /Imagens: Facebook Teresa Radamanto/Facebook Um Fado Em Viena
 26/02/2015

Sem comentários


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.