ESC 2018: inscrições para o melfest abrem a 1 de setembro


Após algumas semanas desde o fim do Festival Eurovisão da Canção (ESC) 2017, a Suécia já começou a preparar o Melodifestivalen 2018, seleção nacional. 

A Suécia começou em força a preparar o Melodifestivalen 2018, seleção nacional, após o fim do Festival Eurovisão da Canção (ESC) 2017, que decorreu em Kiev, Ucrânia, e as incrições abrem já no primeiro de setembro (sexta-feira).

Para já sabe-se que as regras e os regulamentos para a seleção sueca do ano que vem continuam praticamente inalterados. Os compositores podem enviar as suas inscrições até 18 de setembro e, tal como nos últimos anos, haverão 28 atuações em concuro: 14 inscrições serão selecionadas seguindo uma chamada para envio por meio broadcaster, enquanto as restantes 14 serão selecionadas através de um convite especial da Sveriges Television (SVT), televisão estatal sueca. Dos 28 lugares disponíveis, haverá um que será ocupado por um finalista do P4 Next 2017.

Como é tradição, os 28 concorrentes e respetivas canções devem de ser revelados no final deste ano, entre outubro e novembro.

A Suécia estreou-se no Festival Eurovisão da Canção (ESC) em 1958 e já ganhou por seis vezes: em 1974, com ABBA e a canção "Waterloo", em 1984, com Herreys e a canção "Diggi-Loo Diggi-Ley", em 1991, com Carola e a canção "Fångad av en stormvind", em 1999, com Charlotte Nilsson e a canção "Take Me To Your Heaven", em 2012, com Loreen e a canção "Euphoria", e em 2015, com Måns Zelmerlöw e a canção "Heroes". Em 2017, o país foi representado por Robin Bengtsson e a canção "I Can’t Go On ", alcançando o 5º lugar na final com um total de 344 pontos.

Reveja "I Can’t Go On ":


Fonte: ESCPedia; Vídeo: Eurovision.tv



Sem comentários


Não é permitido:

. Publicar comentários de teor comercial ou enviar spam;

. Publicar ou divulgar conteúdo pornográfico;

. O uso de linguagem ofensiva ou racista, ou a publicação de conteúdo calunioso, abusivo, fraudulento ou que invada a privacidade de outrem;

. Desrespeitar o trabalho realizado pelos colaboradores do presente blogue ou os comentários de outros utilizadores do mesmo - por tal subentende-se, criticar destrutivamente ou satirizar as publicações;

. Divulgar informações sobre atividades ilegais ou que incitem o crime.

Reserva-se o direito de não serem publicados comentários que desrespeitem estas regras.

Com tecnologia do Blogger.